Sinhasique lamenta violência no Acre e cobra mais ação do Estado
05/04/2018 - 9h24 em política

A deputada estadual Eliane Sinhasique (MDB) falou, na manhã de terça-feira (03), na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), da crescente violência no Acre. Segundo matérias jornalísticas, nos três primeiros meses de 2018, aconteceram 106 mortes violentas.

“Perdemos 103 pessoas com menos de 30 anos de idade. Isso é lamentável. E já começamos o mês de abril muito mal. Perdemos ontem, assassinada, uma trabalhadora de 34 anos de idade, vendedora de ovos de codorna, estudante universitária. Uma mulher cheia de sonhos, cheia de planos. Emanuele da Silva Souza levou um tiro nas costas”.

A onda de violência assusta os moradores. “Todos os dias temos notícias de corpo encontrado nos igarapés, corpo mutilado, pessoas mortas a tiros, a facadas, agredidas. É roubo, é arrombamento. Até onde vai essa violência no Acre?”.

Sinhasique defende que é necessário o engajamento de várias secretárias no combate à violência. “Quem mais precisa morrer para que o Estado compreenda que é preciso uma força conjunta de ações para diminuir o índice de violência e de homicídio no nosso Estado? Não se combate à violência apenas com policiais, com viaturas, com balas”, declarou.

O Estado precisa trabalhar de forma preventiva. “É preciso envolver a Secretaria de Educação, de Esportes, de Pequenos Negócios. É preciso fazer mais. É preciso investir os recursos públicos, é preciso dar ocupação, é preciso trabalho efetivo para eliminar a drogadição”.

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!